Notícias

  • 19
  • JUL/2019

Filha de Caroline Bittencourt faz apelo na internet

Isabelle Bittencourt gravou um vídeo para pedir para as pessoas terem mais empatia umas com as outras.

BAND.COM.BR - Isabelle Bittencourt, filha da modelo Caroline Bittencourt, que morreu afogada no litoral de São Paulo em abril deste ano, usou seu perfil no Instagram para fazer um desabafo sobre os comentários maldosos que são disseminados nas redes sociais.

Em um vídeo emocionado, a jovem pediu para as pessoas terem mais empatia umas com as outras. "Já tentei gravar esse vídeo algumas vezes, mas para mim é muito difícil porque eu não sou do tipo de pessoa que fica me expondo nos stories, falando sobre assuntos ou interagindo. Mas a partir do momento que vi o caso da Alinne [Araújo, que se atirou do nono andar do prédio onde morava um dia depois de se casar sozinha por ter sido abandonada pelo noivo] eu me sensibilizei porque eu sei o quanto os comentários afetam. Tenho propriedade para dizer isso porque recebo muitos comentários me julgando, dizendo como eu deveria estar seguindo minha vida, o que eu deveria estar fazendo. Eu só queria dizer para vocês não julgarem as pessoas, não comentarem coisas negativas, porque você não as conhece, não tem propriedade para dizer alguma coisa que não sabe. Você não sabe o que ela está passando, como ela está vivendo. Você só sabe o que vê em uma foto e uma foto é um 1 minuto do dia dela", afirmou.

Há poucos dias, Isabelle postou fotos em que aparece sorrindo e, imediatamente, alguns seguidores comentaram que ela parecia ter superado rápido a morte da mãe. "Parem de comentar coisas ruins nas fotos dos outros. Vocês não têm ideia de como isso afeta e como machuca. Só a pessoa sabe o que ela está sentindo", desabafou.

A moça ainda relembrou outro caso em que foi alvo de críticas. "Eu recebi muitos comentários em uma foto que a legenda era amor e ódio com a minha mãe. Todo mundo dizendo que eu não amava minha mãe. Pelo amor de Deus! Parece que ninguém entende o que é morar com uma pessoa, conviver 24h. Convivência gera briga e briga, às vezes, gera raiva, mas a raiva não significa que você deixa de amar as pessoas. Em nenhum momento vou deixar de amá-la. Ela era minha mãe, não tem o que falar", disse emocionada.

"Vamos espalhar amor e vamos saber o quanto esses comentários podem afetar a vida de uma pessoa, principalmente as que estão fragilizadas,  com a cabeça fraca, e que não têm apoio. Graças a Deus eu tive muito apoio e uma cabeça que foi muito bem educada para ter força para passar por essas coisas, mas muita  gente se machuca. Não ganhamos nada fazendo esse tipo de comentário. Vamos desejar coisas boas, agradecer por aquela pessoa estar sorrindo, estar feliz", concluiu.
 
 
Compartilhar:
topo voltar 0 Pessoa(s) Comentaram:

Os campos abaixo apresentam erro:

    Seu comentário foi enviado com sucesso! Aguarde a moderação publicá-lo.