Notícias

  • 30
  • MAR/2020

Adriana Birolli relembra cena mais difícil da novela Fina Estampa

Busca pelo nome da atriz na internet teve um salto de mais de 7.000% e paranaense celebra oportunidade de rever trabalho na TV.

GSHOW - Desde a estreia da edição especial de Fina Estampa, a busca pelo nome de Adriana Birolli na internet teve um salto de mais de 7.000%. Uma das mocinhas da trama escrita por Aguinaldo Silva em 2011, a atriz interpreta a doce Patrícia, que começa história ficando noiva - e sendo enganada - pelo personagem de Caio Castro. A paranaense, de 33 anos, afirmou que a filha de Tereza Cristina (Christiane Torloni) foi um presente em sua carreira.

"Eu estreei em Viver a Vida interpretando a Isabel, uma personagem super ácida e considerada vilã. Fina Estampa foi minha segunda novela, além do prazer que sempre é trabalhar com Aguinaldo, ele me presenteou com uma personagem forte, complexa, e diferente de Isabel ela é mocinha".

"Pude me experimentar e vivenciar junto ao público essa nova faceta e fiquei muito feliz porque o resultado foi maravilhoso".

Assim como Marcelo Serrado, Lilia Cabral e Christiane Torloni, Birolli ficou radiante com o retorno da trama ao horário das 9 e tem curtido a oportunidade de poder acompanhar a novela pela primeira vez:

Achei incrível! Pessoalmente porque é a primeira vez que tenho a oportunidade de rever um trabalho no ar depois de tanto tempo, poder assistir um trabalho na íntegra, sem estar gravando ao mesmo tempo e com o distanciamento dos anos".

"E ao mesmo tempo achei uma excelente escolha porque Fina Estampa, além do enorme sucesso que fez, é uma novela leve, divertida e alto astral, acredito que nesse momento vai ser gostoso para a população assistir uma novela divertida além de trazer temas de superação".

Mas será que Adriana faz parte do time de atores que curte assistir seus trabalhos antigos? "Estou começando a entender esse processo", diz, aos risos. De quarentena, a atriz promete deixar o senso crítico de lado para se divertir com a história de Griselda (Lilia Cabral) e sua turma:

"Quero tentar me distanciar o máximo pra poder me assistir. Quando estamos assistindo e gravando a gente assiste com olhos críticos, com a responsabilidade de voltar no dia seguinte e continuar a lapidar e melhorar a personagem. Agora vou só curtir. Gosto muito da Patrícia. Não vou perder nem um capítulo".

Ao lembrar das sequências desafiantes que encarou pela personagem, Birolli cita a cena que considera a mais difícil de fazer em todo o projeto: "Quando ela perde o filho foi muito forte e difícil como um todo. Lembro que as gravações foram muito tensas".

A amizade com Caio, seu par romântico na trama, continua firme e forte. Não só com ele, mas também com Rodrigo Hilbert, que entra na história no meio da trama para disputar o coração de Patrícia com Antenor:

"Quando nos encontramos é sempre muito bom, relembramos os velhos tempos e os momentos de diversão que vivemos juntos. Mas ainda há muito tempo pra nos encontrarmos em outros trabalhos".
 
 
Compartilhar:
topo voltar 0 Pessoa(s) Comentaram:

Os campos abaixo apresentam erro:

    Seu comentário foi enviado com sucesso! Aguarde a moderação publicá-lo.